Brasil

Suzane Richthofen vai para solitária após informar endereço errado à Justiça em saída

Condenada a 39 anos de prisão

Diego Alves Publicado em 10/05/2016, às 02h17

None
175e0b4fe57cd5882567ca1267a72ed1.jpg

Condenada a 39 anos de prisão

Após retornar da saída temporária de Dia das Mães, Suzane von Richthofen foi mandada para uma cela solitária na madrugada desta segunda-feira (9). A punição ocorreu após ela dar uma endereço falso às autoridades. 

Condenada a 39 anos de prisão por matar seus pais, Suzane antecipou em um dia sua saída na última semana. Ela é interna na Penitenciária Santa Maria Eufrásia Pelletier, a P1 feminina de Tremembé (SP). 

De acordo com o G1, a interna ficará em regime de observação por tempo indeterminado. Ela ainda deverá responder a um processo administrativo responsável por julgar sua conduta. O resultado da apuração será enviado ao Ministério Público, que irá por sua vez enviar sua decisão à Vara de Execuções Criminais (VEC).

Condenada ao regime semiaberto, Suzane tem direito a cinco saídas temporárias ao longo do ano. Ao todo, ela pode deixar a prisão na Páscoa, Dia das Mães, Dia dos Pais, Dia das Crianças, além de Natal e Ano Novo. No entanto, para receber o benefício ela precisa apresentar bom comportamento.

Suzane disse que ficaria em uma casa na rua Coronel Ludovico Homem de Goas, em Angatuba, interior de São Paulo. Entretanto, ela foi localizada em outra casa na mesma cidade, presa e levada de volta a Tremembé. Ela retornaria ao presídio somente na terça-feira (10) se não tivesse cometido a infração.

Jornal Midiamax