Brasil

Protesto: munidos com ‘pixulecos’, 40 mil manifestantes vão para as ruas em Cuiabá

O número superou a expectativa da organização 

Clayton Neves Publicado em 13/03/2016, às 23h41

None
2503.jpg

O número superou a expectativa da organização 

Em Cuiabá, Capital de Mato Grosso, a manifestação contra a corrupção e a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), reuniu 40 mil pessoas neste domingo (13), de acordo com a Polícia Militar. O número superou a expectativa da organização que fala em 35 mil pessoas nas ruas.

Os manifestantes se reuniram na Praça Alencastro, em frente à Prefeitura, e seguiram pela avenida Getúlio Vargas, com destino a Praça Oito de Abril, num trajeto de aproximadamente 2 quilômetros.

De acordo com a polícia Militar, cerca de 40 mil manifestantes participaram do protesto. A adesão ao “Fora Dilma” agradou os organizadores do evento, uma vez que durante a semana, a expectativa era reunir, no máximo, cerca de 35 mil pessoas.

Os manifestantes exibiam os famosos "pixulecos", bonecos com a imagem do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva vestido de presidiário. Cornetas, roupas com as marcas da bandeira nacional e centenas de caras-pintada coloriram as ruas de Cuiabá. O protesto é coordenado pelos movimentos "Muda Brasil", "Vem pra Rua", "Avança Brasil" e "Gigantes Brasileiros".

Durante a caminhada, os manifestantes gritavam: "Dá-lhe, dá-lhe Moro", "Fora Dilma", "Fora PT", "Parabéns, [juiz Sérgio] Moro" e "Parabéns, Selma Rosane". Selma Rosane é a juíza que decretou a prisão do ex-governador Silval Barbosa (PMDB), do ex-presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), José Riva, e de outros políticos de Mato Grosso.

*Com informações do site O documento

Jornal Midiamax