Brasil

Força-tarefa da Lava Jato convoca coletiva e pode apresentar acusação contra Lula

Todos os procuradores estarão presentes

Norberto Liberator Publicado em 14/09/2016, às 11h49

None
frp_juiz-sergio-moro-anuncia-medidas-contra-impunidade_0107042015-850x565.jpg

Todos os procuradores estarão presentes

O MPF (Ministério Público Federal) em Curitiba, responsável pela Operação Lava Jato, convocou uma entrevista coletiva para a tarde desta quarta-feira (14) com presença de todos os procuradores. De acordo com informações apuradas pela Folha de S. Paulo, o evento deve apresentar denúncia criminal contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

As acusações, segundo o jornal paulista, dizem respeito ao triplex em Guarujá, que teria sido reservado à família de Lula e reformado pela empreiteira OAS, sendo supostamente recusado pelo petista mais tarde, após a repercussão dada por setores da imprensa ao imóvel.

Segundo a Folha, as investigações contra Lula estão na reta final, após a força-tarefa da Lava Jato colher novos depoimentos – como do ex-senador Delcídio do Amaral e do ex-deputado federal Pedro Corrêa (PP-PE). As autoridades apuram também se o sítio em Atibaia, no interior de São Paulo, pertence ou não a Lula.

Um laudo realizado pela Polícia Federal afirma haver indícios de que o ex-presidente e sua esposa, Marisa Letícia, teriam orientado reformas no sítio.

Jornal Midiamax