Brasil

Condenada pela morte dos pais, Suzane Von Richthofen é liberada para o Dia das Mães

Ela deverá retornar ao presídio no próximo dia 10

Midiamax Publicado em 04/05/2016, às 21h22

None
2604_0_gr.jpg

Ela deverá retornar ao presídio no próximo dia 10

A detenta Suzane Von Richthofen, condenada a 39 anos de prisão por matar os pais, foi autorizada a deixar a penitenciária feminina de Tremembé, no interior de São Paulo, em razão do Dia das Mães. De acordo com a Secretaria de Administração Penitenciária do Estado, Suzane obteve o benefício da saída temporária e deixou a ala de regime semiaberto por volta das 9 horas desta quarta-feira, 9, por decisão judicial. Ela deverá retornar à unidade no próximo dia 10.

Ainda segundo a Secretaria, a saída temporária é um benefício previsto na Lei de Execuções Penais e depende de autorização judicial. A autorização é dada apenas a condenados que cumprem pena em regime semiaberto e com bom comportamento, por prazo não superior a sete dias. A lei que prevê a concessão do benefício até cinco vezes por ano estabelece que a autorização é dada para "visita à família".

Seu advogado Rui Freire não informou onde Suzane vai passar o Dia das Mães.

Crime

Suzane foi condenada por matar os pais em 2002 e adquiriu a transferência para o regime semiaberto em outubro de 2015. O crime foi executado ao lado dos irmãos Christian e Daniel Cravinhos, que estão no regime semiaberto desde 2013 e já usufruem do benefício de saídas temporárias de Dias das Mães, Dia dos Pais e Dia das Crianças, além das festas de fim de ano.

Jornal Midiamax