Brasil

‘A Veja mentiu sobre Crivella’: Candidato à prefeitura ganha direito de resposta

Justiça classificou a última capa da revista como publicidade negativa

Henrique Kawaminami Publicado em 28/10/2016, às 14h18

None
41u6h8zn8c_6kh17r9kao_file.jpeg

Justiça classificou a última capa da revista como publicidade negativa

A revista Veja terá de publicar em sua próxima edição, a resposta do senador e candidato à Prefeitura do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB), sobre a última capa da revista. “A Veja mentiu sobre Crivella”, deve ser a próxima capa da revista.

A decisão é do juiz Marcello Rubioli, do TRE-RJ (Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro), que considerou a reportagem da Veja foi publicidade negativa ao candidato, o que é proibido pela legislação eleitoral.

“Trata-se de propaganda difamatória que não pode ser aceita em uma campanha republicada e democrática”, afirmou o juiz.

A revista afirma que Crivella foi preso, mas Rubioli ressalta que ele foi detido para averiguação.

“Aqui não cabe afirmar tratar-se de fato jornalístico, eis que, como foi cabalmente comprovado pelo representante, este não foi preso, mas submetido a jugo de abuso de autoridade do delegado sindicante”, concluiu Rubioli.

A Editora Abril, responsável pela Veja, não se pronunciou sobre o caso. A empresa espera a decisão de um recurso que está nas mãos do ministro Teori Zavascki do Supremo Tribunal Federal.

Jornal Midiamax