Brasil

Vídeo: Bolsonaro diz ser vítima de “heterofobia” por Jean Wyllys

"O que aconteceria se um homossexual fosse humilhado em voo da Tam?", escreveu o deputado

Clayton Neves Publicado em 08/04/2015, às 16h52

None
jair-bolsonaro-racista.jpg

“O que aconteceria se um homossexual fosse humilhado em voo da Tam?”, escreveu o deputado

O deputado federal Jair Bolsonaro (PP – RJ) publicou uma mensagem em seu Facebook nesta terça-feira (7) afirmando ter sido “humilhado” durante um voo da TAM entre Rio de Janeiro e Brasília pelo deputado Jean Wyllys (PSOL – RJ), que se recusou a se sentar ao seu lado no avião.

Bolsonaro postou um vídeo junto da mensagem, mostrando o momento em que Jean Wyllys sai de sua poltrona, indo para outra mais distante. De acordo com o deputado do PP, isso teria sido uma  demonstração de “heterofobia” do colega do PSOL.

“Surpreendentemente, em clara demonstração de intolerância, preconceito, discriminação e heterofobia o Deputado Jean Wyllys levantou-se e acomodou-se em outro assento”, escreveu Bolsonaro.

Ainda de acordo com ele, caso fosse o contrário, ele praticando tal atitude, “pelo PLC 122/2006 (Senado), que criminaliza a homofobia, estaria sujeito à pena de 1 a 3 anos de reclusão, além da perda do mandato e o fato seria noticiado pela maioria dos telejornais”.

Depois disso, reclama por “Direitos iguais sempre”.

O deputado Jean Wyllys não se pronunciou publicamente sobre o assunto.

Jornal Midiamax