Brasil

Testemunha de chacinas entre 2012 e 2013 em São Paulo é assassinada

Depoimentos sobre o caso começaram ontem

Midiamax Publicado em 07/11/2015, às 16h05

None
chacina.jpg

Depoimentos sobre o caso começaram ontem

Uma testemunha de chacinas executadas por policiais militares na Grande São Paulo e que vinha colaborando com as investigações foi assassinada na manhã de ontem (6), em Osasco. David Sabino de Oliveira Filho, 32 anos, foi morto por volta das 10h30 da manhã, na Avenida João de Andrade, em Osasco.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, a morte de Oliveira Filho é investigada pelo Setor de Homicídios da Polícia Civil de Osasco, que começou a ouvir depoimentos ontem.

De acordo com a polícia, Oliveira Filho forneceu informações sobre mortes em série ocorridas nas cidades de Osasco e Carapicuíba entre os anos de 2012 e 2013. A colaboração dele resultou em cinco prisões preventivas e na identificação de um sexto suspeito, que está foragido.

A secretaria informou que a vítima foi convidada para participar do Programa de Proteção à Testemunha, mas ele nunca aceitou, mesmo sabendo do risco a que estava exposto.

Jornal Midiamax