Brasil

MT: avião com marcas de tiro e sangue é encontrado em plantação de algodão

Polícia suspeita de que a aeronave estivesse sendo usada para o tráfico de drogas

Clayton Neves Publicado em 17/06/2015, às 11h02

None
aviaoroo2_620x465.jpg

Polícia suspeita de que a aeronave estivesse sendo usada para o tráfico de drogas

Um avião de pequeno porte foi encontrado em uma plantação de algodão de uma fazenda, nesta terça-feira (16) em Rondonópolis, a 218 quilômetros de Cuiabá. De acordo com a Polícia Militar, o avião estava na Reserva Ambiental Carimã, a mais de 50 quilômetros de Rondonópolis, após supostamente ter caído no local. Inicialmente, a PM suspeita de que três pessoas estivessem a bordo da aeronave, porém, ninguém foi encontrado no local e nem procurou a polícia ou pediu socorro.

Segundo a PM, não houve nenhum  registro de pessoas que pudessem ter se ferido na queda. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Rondonópolis não recebeu nenhum chamado de socorro. As informações da PM são de que as três pessoas que estavam a bordo do avião foram resgatadas por uma caminhonete.

Os policiais não descartam a possibilidade de que o avião era usado para o transporte de droga e que o piloto possa ter feito pouso forçado no local. De acordo com a PM, haviam marcas de tiros no avião e sinais de sangue. Técnicos do Centro de Investigação e Prevenção de Acidente Aéreo (Cenipa) vão apurar as causas do acidente.

Representantes do Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidente Aéreo (Seripa) também devem chegar a Rondonópolis para ir ao local onde a aeronave está. A previsão é de que a equipe chegue às 9 horas desta quarta-feira (17). Uma equipe da PM, que foi ao local para checar um chamado de moradores da região, permaneceu na lavoura para monitorar o avião.

Jornal Midiamax