Brasil

Go: idoso que teve perna amputada ia para festa do neto ao ser atropelado

Filho da vítima diz que motorista, que estava bêbado, 'sorriu' ao ser preso

Clayton Neves Publicado em 02/05/2015, às 20h44

None
acidente_1.jpg

Filho da vítima diz que motorista, que estava bêbado, ‘sorriu’ ao ser preso

O corretor de seguros Celso Bueno de Oliveira, de 70 anos, estava a caminho do aniversário do neto, de 4, quando teve parte da perna amputada após ser  atropelado por um motorista embriagado, na noite de sexta-feira (1º), em Goiânia. Segundo o filho da vítima, que não quis se identificar, toda a família o aguardava na comemoração, interrompida após a notícia da colisão. O idoso está internado em estado grave.

“Já estávamos na festinha do meu filho esperando ele. Mas o meu celular acabou a bateria e o da minha esposa ficou dentro da bolsa dela. Só fomos avisado depois que uma prima ficou  sabendo e ligou para outros familiares que estava na festa”, contou ao G1.

Celso foi atingido quando caminhava pela calçada da Avenida T-9, no Setor Bueno. Ele teve a perna prensada contra uma parede. O filho informou que a comemoração foi interrompida e ele foi até o local onde ocorreu a colisão. Ele revela que presenciou uma atitude “arrogante” do condutor do veículo, que tem 30 anos.

“Quando cheguei, meu pai já tinha sido levado para o hospital, mas o motorista ainda estava lá. Como estava bêbado, ele não demonstrava nenhum arrependimento, não teve capacidade de pedir desculpa. Além disso, eu percebi que ele sorriu ao ser algemado”, diz.

Preso
Logo após a batida, o motorista foi submetido ao teste do bafômetro, que apresentou 0,78 mg de álcool por litro de ar expelido. Além de embriagado, ele também estava em alta velocidade, segundo a polícia.

“Ele foi preso e autuado em flagrante pelo crime de tentativa de homicídio porque ele assumiu o risco sim de produzir um resultado lesivo ao dirigir embriagado e em alta velocidade”, disse a delegada Caroline Paim, da Delegacia Especializada em Investigação de Crimes de Trânsito de Goiânia (Dict).

Já o idoso está internado em estado grave no Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo) em estado grave. Ele passou por cirurgia e permanece sedado e em coma induzido. O homem respira com a ajuda de aparelhos.Como ele perdeu muito sangue, a família pede doações que podem ser feitas no Hemocentro, na Avenida Anhanguera, Setor Central.

Jornal Midiamax