Brasil

Avião cai após bater em rede elétrica e mata piloto no Piauí

Nesta terça-feira, o piloto postou uma foto na aeronave destacando o amor pelo trabalho

Clayton Neves Publicado em 14/01/2015, às 19h52

None
piauiaviaoquedapm.jpg

Nesta terça-feira, o piloto postou uma foto na aeronave destacando o amor pelo trabalho

 Um piloto morreu na manhã desta quarta-feira (14) durante a queda de uma aeronave agrícola no município de Baixa Grande do Ribeiro (a 583 km de Teresina, no Piauí). O piloto identificado como Sandro José Palinski, 25 anos, estava trabalhando na pulverização agrícola quando bateu na rede elétrica provocando a queda do avião. A vítima morreu na hora. 

O acidente ocorreu por volta das 10h na fazenda Brasil Agro, localizada a 47 km do município de Baixa Grande do Ribeiro, interior do Estado. Segundo o delegado Jarbas Lima, que acompanha o caso, o avião é um monomotor que fazia a pulverização em plantão de soja, e pertence a empresa Globo Avião Agrícola, com sede em Imperatriz, no Maranhão.

 “Para fazer a pulverização é preciso dar voos rasantes. O que soubemos é que a aeronave estava em baixa atitude, colidiu com a rede elétrica, danificou o poste e caiu em seguida. Não houve explosão”, informou o delegado.

A área foi isolada e o acidente foi comunicado ao Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA) e o Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo.

“Nesta quinta-feira chegará uma equipe de Recife para investigar as causas do acidente. Não sabemos se foi erro humano ou falha mecânica”.

O piloto é natural do Rio Grande do Sul e o corpo foi levado para a unidade de saúde Milton Reis, da cidade de Baixa Grande do Ribeiro. 

Nesta terça-feira, o piloto Sandro Palinski postou em sua página no Facebook uma foto dentro da aeronave destacando o amor pelo trabalho. Em sua última postagem, Sandro mostra um pôr do sol enquanto sobrevoava uma plantação e escreveu na rede social. “O trabalho é uma diversão constante a aqueles que sabem ter prazer no que fazem”, a publicação é desta terça-feira (13) às 9h53min, quase no mesmo horário da tragédia.

Jornal Midiamax