Brasil

Anac libera ‘pau de selfie’ na bagagem de mão

Acessório usado para tirar autorretratos estava sendo enquadrado como 'bastão retrátil'

Clayton Neves Publicado em 26/01/2015, às 19h46

None
bastao-selfie-abre-size-598.jpg

Acessório usado para tirar autorretratos estava sendo enquadrado como ‘bastão retrátil’

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) divulgou uma nota para esclarecer aos passageiros que é permitido o transporte do “bastão de selfie” ou “pau de selfie” na bagagem de mão, desde que o equipamento esteja dentro das especificações permitidas. A agência aponta que a Portaria n° 676/2000 determina que o peso total da bagagem de mão não pode exceder 5 quilos e a soma das dimensões (comprimento + largura + altura) não pode ultrapassar 115 centímetros. 

A Anac também informou que o transporte do acessório poderá ser avaliado pelo Agente de Proteção da Aviação Civil (APAC) para verificar as características do objeto, com o objetivo de garantir o conforto, a tranquilidade e assegurar a integridade física das pessoas a bordo. 

A agência esclareceu ainda que recebeu notificações informando que o acessório estava sendo enquadrado como “bastão retrátil”, item de defesa pessoal proibido pela Resolução número 207/2011. Este objeto integra a lista de “instrumentos contundentes” proibidos em razão do risco de causar ferimentos. Também fazem parte da lista itens como tacos de beisebol, cassetetes e porretes.

“Sanadas as dúvidas quanto à diferenciação de ‘bastão retrátil’ e ‘bastão de selfie’, a Anac orientou os operadores aeroportuários e aéreos, por meio de ofício, sobre a permissão do acessório, desde que ele respeite as regras da bagagem de mão”, informa a nota. O “bastão de selfie” também pode ser despachado na mala, caso o passageiro prefira. Esse transporte pode ser realizado sem qualquer comunicação prévia à empresa aérea, diz a agência.

Jornal Midiamax