Le Blog Maria Antonia

Pedra de 1.500 anos com dedicatória a Jesus é achada em região árabe de Israel

Uma pedra com a frase “Cristo nasceu de Maria” levou arqueólogos a confirmarem a existência de igrejas cristãs em assentamentos primitivos árabes há pelo menos 1.500 anos, em Israel. A descoberta aconteceu no Vale de Jezreel, comunidade da cidade Tayibe, ao norte de Israel. Com a descoberta, a região que é marcada pela forte presença […]

Maria Antonia Naegele Publicado em 02/02/2021, às 08h29 - Atualizado às 08h40

None

Uma pedra com a frase “Cristo nasceu de Maria” levou arqueólogos a confirmarem a existência de igrejas cristãs em assentamentos primitivos árabes há pelo menos 1.500 anos, em Israel.

A descoberta aconteceu no Vale de Jezreel, comunidade da cidade Tayibe, ao norte de Israel. Com a descoberta, a região que é marcada pela forte presença árabe, agora mostra que o seu passado viveu o
cristianismo pelo menos até o século 5, algo que para os pesquisadores era passível de confirmação científica.

Segundo os arqueólogos, a pedra com o escrito em referência a Jesus Cristo foi encontrada em um lugar que seria a parede de uma entrada da igreja construída com estrutura da era bizantina.

Os pesquisadores acreditam que a igreja durou até o início do período muçulmano. Os estudos continuam para saber agora se cristãos ou judeus construíram o templo.

Pedra de 1.500 anos com dedicatória a Jesus é achada em região árabe de Israel
Foto: Divulgação/Tzachi Lang/Autoridade de Antiguidades de Israel
Pedra de 1.500 anos com dedicatória a Jesus é achada em região árabe de Israel
Foto: Divulgação/Tzachi Lang/Autoridade de Antiguidades de Israel
Jornal Midiamax