Variedades / Saúde

Anvisa interdita lote de remédio para verminose

Medida cautelar é válida até agosto de 2016 para o medicamento Mentelmin

Clayton Neves Publicado em 16/04/2015, às 17h19

None
remedio.jpg

Medida cautelar é válida até agosto de 2016 para o medicamento Mentelmin

Resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicada nesta quinta-feira (16) no Diário Oficial da União determina a interdição cautelar do lote 140916, com validade até agosto de 2016, do medicamento Mentelmin (mebendazol), de 20 miligramas por mililitro. A empresa detentora do registro do remédio é a Theodoro F. Sobral & Cia Ltda.

De acordo com a Anvisa, um laudo emitido pelo Instituto Adolpho Lutz apresentou resultado insatisfatório no ensaio de aspecto pelo fato de o medicamento não ter correspondido à definição de “forma farmacêutica suspensão” definida na Farmacopeia Brasileira. O remédio é de suspensão oral, uma forma de apresentação que, em repouso, deixa visível partículas misturadas no líquido ou depositadas no fundo do frasco.

A resolução entra em vigor a partir de hoje e vigora pelo prazo de 90 dias. A Agência Brasil entrou em contato com a empresa Theodoro F. Sobral & Cia Ltda. e aguarda um posicionamento.

Jornal Midiamax