Sem Categoria

Reinaldo Azambuja não descarta anular atos do governo de André Puccinelli

A prioridade é enxugar para cobrir despesas deixadas por Puccinelli

Midiamax Publicado em 02/01/2015, às 16h39

None
imagem_de_destaque.jpg

A prioridade é enxugar para cobrir despesas deixadas por Puccinelli

O governador do Estado, Reinaldo Azambuja (PSDB), afirmou que a prioridade é ‘enxugar’ para cobrir despesas extras, deixadas como herança do ex-governador, André Puccinelli (PMDB), segundo Azambuja.

O novo governador disse, ainda, que está analisando atos de Puccinelli que podem ser anulados. “Entendemos que eles [anulação dos atos] não serão prejudiciais ao desenvolvimento do Estado, até pela reestruturação administrativa”, afirma.

Azambuja, que tomou posse na quinta-feira (1° de janeiro), passou o primeiro dia útil despachando os primeiros documentos de sua gestão. No primeiro Diário Oficial do Estado, após a posso,  publicados atos do novo e da equipe do antecessor.

Jornal Midiamax