Sem Categoria

No último dia de desconto, contribuinte lota Central de Atendimento para pagar IPTU

Previsão da Prefeitura é arrecadar 80% do total previsto até o dia 10 de fevereiro

Midiamax Publicado em 09/01/2015, às 13h57

None
img_9105.jpg

Previsão da Prefeitura é arrecadar 80% do total previsto até o dia 10 de fevereiro

A Prefeitura de Campo Grande arrecadou R$ 71 milhões com o IPTU (Imposto Predial Territorial Urbano), conforme o último balanço oficial, enquanto a Central do Cidadão registra movimento intenso nesta sexta-feira (9), último dia para pagar à vista com desconto de 20%.

A expectativa é chegar em 10 de fevereiro – quando termina o prazo para pagamento à vista com desconto, neste caso, de 10% – com R$ 150 milhões em caixa, ou seja, em torno de 80% do total previsto de arrecadação para este ano. Até por volta das 10h, ao menos 500 contribuintes foram à Central do Cidadão resolver alguma pendência referente ao IPTU e tentar garantir o desconto.

“Trabalhamos com a meta de, até 10 de fevereiro, arrecadar R$ 150 milhões, que se recebe à vista”, explica o secretário municipal de Receita, Ricardo Vieira Dias, tendo como base o registrado em anos anteriores. O montante de R$ 71 milhões contabiliza o arrecadado até a quarta-feira (7) – a expectativa é que supere os R$ 100 milhões até hoje.

No total, a Prefeitura espera arrecadar R$ 275 milhões, segundo o secretário municipal de Finanças, André Scaff, levando em consideração o índice de inadimplentes. Os contribuintes podem, ainda, pagar à vista ou a primeira parcela, para quem optar pelo parcelamento, com 10% de desconto até 10 de fevereiro de 2015.

Central do Cidadão

Na Central de Cidadão, as regularizações tratam-se, por exemplo, de imposto atrasado. “Vim negociar o IPTU do ano passado e tentar já pagar o deste ano também”, afirma a babá Maria Teresa da Silva. Ela mora no Jardim Noroeste e o imposto cobrado de 2015 é de R$ 410.

A especialista em educação Aglair Maria Alves, 52 anos, também pretende pagar o imposto atrasado e o referente a 2015. Nestes casos, os contribuintes precisam retirar a senha para atendimento, efetuar o pagamento do imposto atrasado e retornar para emitir segunda via do IPTU de 2015.

Desde a segunda-feira (5), a movimentação na Central de Atendimento é grande, afirmam servidores, com média de 1,4 mil a 1,6 mil contribuintes atendidos desde então. Desde as 8 horas desta sexta-feira, quando a Central abriu as portas, ao menos 500 senhas foram emitidas. O atendimento, no entanto, tem sido rápido, afirmam contribuintes.

Além dos que estão dispostos a pagar e garantir o desconto de 20%, há contribuintes que procuraram a Central para questionar o valor cobrado. Nestes casos, a Prefeitura emite requerimento, que garante a verificação da demanda.

É o caso do encarregado de manutenção Silmar Martins Perez, 63 anos, que recebeu imposto de R$ 517, enquanto o vizinho, com residências de medições iguais, vai pagar R$ 320. “Vim questionar isso, pois não achei certo”, disse.

Locais de pagamento

O IPTU pode ser pago em todas as redes bancárias credenciadas, nas Casas Lotéricas até o valor de R$ 2 mil, nas agências dos Correios até o valor de R$ 500 reais, além da Central de Atendimento no Paço Municipal, na Rua Arthur Jorge, 500, que atenderá em regime de plantão.

Jornal Midiamax