Política / Transparência

TJMS cria canal de atendimento via WhatsApp para processos em segundo grau

Sistema idealizado durante a pandemia de coronavírus está em fase de testes e visa a oferecer facilidades para usuários do Poder Judiciário

Humberto Marques Publicado em 05/04/2021, às 15h11

QRCode também permite acesso fácil ao novo sistema do TJMS
QRCode também permite acesso fácil ao novo sistema do TJMS - TJMS/Divulgação

A Secretaria Judiciária do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul) iniciou testes de um novo canal de comunicação, que usará o WhatsApp para contatar a população e partes de processos que tramitam em segundo grau. O sistema foi idealizado a partir da necessidade de a Corte manter os serviços em regime de teletrabalho durante a pandemia de coronavírus.

“Percebemos que várias instituições disponibilizaram um canal que permite todo tipo de atendimento rápido, não sendo este necessariamente o telefone. Assim, criamos o canal pelo aplicativo de mensagens e, no segundo dia de atendimento, já percebemos o quanto a sociedade estava carente dessa proximidade”, explicou o diretor da Secretaria Judiciária, Sérgio Getúlio Silva Jr.

Ele tem atendido pessoalmente a demanda no canal em fase de testes. Durante três dias, a demanda foi diversa, de informações sobre como fazer sustentação oral a dados das custas, certidões e andamento de autos. Ao ser implementado em definitivo, o sistema terá uma servidora responsável pelo processamento das demandas.

“Antes do novo canal, as pessoas ligavam em ramais diversos e explicavam suas demandas. Eram transferidos, às vezes, mais de uma vez em diferentes setores, tornando a procura exaustiva e demorada. Não queremos que isso continue. Com a demanda em mãos, basta acionar o canal e direcionaremos imediatamente para o setor correto”, concluiu Sérgio.

Como funciona o sistema

Para facilitar o acesso ao novo canal, o link https://wa.me/message/6XXHEFIF2EAAG1 foi incluído no menu Telefones Úteis do site do TJMS, permitindo adicionar o novo canal em qualquer celular que tenha o WhatsApp. O portal do tribunal também oferece um QRCode em sua página inicial (na área superior direita), escaneável pelas câmeras de celulares.

Quando acionado, o canal dispara automaticamente a mensagem: “Seja bem-vindo (a) à Sec. Judiciária. Este canal de atendimento é exclusivo para informações processuais de 2° grau de jurisdição (processos em trâmite nas Câmaras, Seções e Órgão Especial).

Se for processo em 1° grau você deve entrar em contato no fórum da comarca;

Se deseja falar sobre precatórios, ligar no 3314-1727;

Se for recursos de competência da Vice-Presidência, você deve ligar 3314-1418.

Para continuar o atendimento, por gentileza, informe o número do processo e a informação desejada”.

Durante o atendimento, outras informações são acrescidas como, por exemplo: “Para requerer sustentação oral ou antecipação de julgamento você deve acessar http://www5.tjms.jus.br/institucional/plenarios-virtuais.php e seguir todas as orientações descritas na página”.

Entre os encaminhamentos está: “Se seu processo já está incluído na pauta do julgamento telepresencial, repassaremos sua solicitação para a Coord. de Apoio às Sessões. Se necessário mais informações, você pode entrar em contato pelo telefone 3314-1628”.

“Precisa de certidão? O canal informa como proceder: Para emitir guias de custas de 2°grau você pode acessar o portal e-SAJ pelo endereço http://esaj.tjms.jus.br/e-SAJ. Para mais informações entrar em contato com a Distribuição de 2° Grau pelo telefone 3314-1422 ou (67) 99256-4696”.

“Necessita de documentos? A informação é esclarecedora: Como você solicitou a expedição de ofício/mandado, repassaremos o número de seu processo para a coordenadoria de expedição providenciar. Gentileza acompanhar pela movimentação processual no portal e-SAJ”.

Se a informação que a pessoa precisa é de outro setor que não da Secretaria Judiciária, o canal direciona o atendimento. Por fim, forem necessárias informações sobre o edital publicado pelo Departamento de Precatórios, você deve enviar um e-mail para processamentodeprecatorios@tjms.jus.br.

Jornal Midiamax