Política / Transparência

Sem novas ações contra a Covid-19, prefeitura de MS mantém atendimento presencial suspenso

Prefeitura de Coxim analisa restrições do Prosseguir e decreto estadual antes de definir nvoas medidas de enfrentamento ao coronavírus

Humberto Marques Publicado em 14/06/2021, às 17h53

Paço Municipal de Coxim: atendimento presencial segue suspenso até 18 de junho
Paço Municipal de Coxim: atendimento presencial segue suspenso até 18 de junho - PMC/Divulgação

Equipes técnicas da Secretaria Municipal de Saúde, Vigilância Sanitária e Jurídico da Prefeitura de Coxim –a 260 km de Campo Grande– se reuniram na tarde desta segunda-feira (14) com o prefeito Edilson Magro (DEM) para definir a emissão de um novo decreto para o enfrentamento do coronavírus no município.

De imediato, a administração municipal manteve suspenso até 18 de junho o atendimento presencial ao público, conforme informou a assessoria.

A reunião desta tarde visou a analisar o decreto estadual e as recomendações do Prosseguir (Programa de Saúde e Segurança na Economia) antes de definir um novo decreto para o enfrentamento ao coronavírus em Coxim. Até que novas medidas sejam divulgadas, o comércio poderá funcionar até as 21h de segunda a sexta-feira, assim como atividades de baixo risco de contaminação que sigam normas de biossegurança.

No último final de semana, Coxim enfrentou medidas mais rígidas, com fechamento do comércio e proibição de venda de bebidas alcoólicas e aglomerações. Apenas o delivery e drive-thru foram liberados para remédios e alimentos.

A Prefeitura de Coxim alega que os números do boletim epidemiológico sugerem redução nos casos de Covid-19 no município. Ainda assim, pede-se que, no lugar de se relaxar, que se redobrem os cuidados.

O Paço Municipal de coxim continuará fechado. Quem precisar, poderá usar um dos canais de atendimento da prefeitura: o telefone (67)3291-1163, a Ouvidoria pelo WhatsApp (67)99663-4634 e o e-mail ouvidoria@coxim.ms.gov.br

Jornal Midiamax