Política / Transparência

Governo de MS estende contratos de R$ 23 milhões da Sefaz com empresas de tecnologia e informática

Vínculos com a PSG e com a Geoi2 foram prorrogados até 19 de dezembro deste ano

Jones Mário Publicado em 27/07/2021, às 14h23

Totem marca localização da Sefaz no Parque dos Poderes
Totem marca localização da Sefaz no Parque dos Poderes - Divulgação

O governo estadual aditou dois contratos da Sefaz (Secretaria de Estado de Fazenda) com empresas de tecnologia da informação e informática. Os vínculos somam R$ 23,2 milhões e foram estendidos até 19 de dezembro de 2021.

Conforme publicado na edição de hoje (27) do Diário Oficial do Estado, foram aditados contratos da Sefaz com a PSG Tecnologia Aplicada Ltda, cujo valor atualizado é de R$ 13,3 milhões; e com a Geoi2 Tecnologia da Informação Ltda, fixado em R$ 9,9 milhões anuais.

O vínculo com a PSG foi aditado pela quinta vez, já com a Geoi2 passou pelo quarto aditamento. As informações constam no Portal da Transparência.

O titular da Sefaz, Felipe Mattos de Lima Ribeiro, assinou os termos aditivos. Pela PSG, a representante foi Daniela de Oliveira Rodrigues. Pela Geoi2, Ricardo Souza de Andrade.

Os dois contratos foram firmados em 2017, voltados à prestação de serviços de informática em demandas de TIC (Tecnologia da Informação e Comunicação).

A PSG é investigada pela Polícia Federal no âmbito da Operação Lama Asfáltica. O proprietário da empresa, Antônio Celso Cortez, foi preso em outra operação, a Vostok. Ele é apontado pelas investigações como emissário do governador Reinaldo Azambuja (PSDB) no recebimento de propina paga pela multinacional em troca da concessão de benefícios fiscais.

Governo rescinde contrato após firmar outro, mais caro

Além dos aditamentos, o Diário Oficial do Estado de hoje trouxe a rescisão de contrato da Sefaz com a Imagetech Tecnologia em Informática Ltda. O vínculo havia sido firmado em 2019, no valor de R$ 1,4 milhão, para serviços de solução envolvendo tráfego em redes.

Assinada por Felipe Mattos e Ricardo Souza de Andrade — o mesmo da Geoi2 —, a rescisão saiu no dia seguinte à publicação de um novo contrato da Sefaz com a Imagetech, este no valor de R$ 2,2 milhões. O novo acerto envolve desenvolvimento de soluções em hardware, software e também em tráfego em redes.

Jornal Midiamax