Política / Transparência

Reforma de banheiros e copa da sede do Detran-MS custará mais de R$ 1 milhão

Licitação lançada pelo Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito) prevê gasto superior a R$ 1 milhão para reforma de banheiros, copa e colocação de piso de um dos blocos da sede do órgão, localizada em Campo Grande, na saída para Rochedo. A abertura das propostas, conforme divulgou o Governo do Estado, ocorre no próximo dia 8 […]

Aliny Mary Dias Publicado em 24/12/2020, às 07h57 - Atualizado às 09h53

Projeto de reforma dos banheiros do Detran-MS (Foto: Reprodução, edital Detran-MS)
Projeto de reforma dos banheiros do Detran-MS (Foto: Reprodução, edital Detran-MS) - Projeto de reforma dos banheiros do Detran-MS (Foto: Reprodução, edital Detran-MS)

Licitação lançada pelo Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito) prevê gasto superior a R$ 1 milhão para reforma de banheiros, copa e colocação de piso de um dos blocos da sede do órgão, localizada em Campo Grande, na saída para Rochedo. A abertura das propostas, conforme divulgou o Governo do Estado, ocorre no próximo dia 8 de janeiro.

O processo licitatório no modelo tomada de preços foi lançado no mês de novembro e prevê reforma dos banheiros, da copa, do piso do bloco 9, além de recolocação de baias de armazenamento de resíduos sólidos do departamento.

De acordo com a planilha orçamentária das obras, que consta no edital, ao todo, o Detran-MS prevê gastar R$ 1.006.761,79 milhão com os trabalhos. Desse montante, R$ 12,3 mil será destinado para serviços gerais de canteiros, R$ 53 mil vai para demolições, R$ 303 mil pra construção de estruturas de alvenarias, R$ 149 mil para revestimento de parede, R$ 65 mil para revestimento de piso, R$ 170 mil para instalação dos sanitários, R$ 117 mil para aquisição de esquadrias e ferragens, R$ 34 mil para pintura, R$ 11 mil para instalações elétricas, R$ 1,9 mil para limpeza e R$ 34 mil para diversos.

A expectativa é que toda a obra ocorre no período de 10 meses a contar do início dos trabalhos. Com a abertura das propostas marcada para o próximo dia 8, a comissão de licitação deve analisar os documentos apresentados pelos interessados e quem apresentar o menor preço, seguindo o que é solicitado, deve vencer a licitação.

Inicialmente, a abertura das propostas estava marcada para o dia 4 de janeiro, contudo, uma das empresas apresentou recurso, que foi improvido. Com isso, o processo de escolha acabou adiado para a segunda semana de janeiro. Para mais detalhes a respeito do edital, clique aqui. 

Jornal Midiamax