Política / Transparência

No dia de receber propostas de empresas, licitação milionária é suspensa por falhas

Na mesma data marcada para o recebimento das propostas de empresas interessadas, licitação no valor de R$ 1,1 milhão realizada pela prefeitura de Caracol foi suspensa nesta segunda-feira (10) após falhas serem apontadas no edital. A decisão foi tomada pelo TCE-MS (Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul) e está disponível no […]

Danúbia Burema Publicado em 10/02/2020, às 14h58 - Atualizado às 15h00

(Marcello Casal Jr, Agência Brasi)
(Marcello Casal Jr, Agência Brasi) - (Marcello Casal Jr, Agência Brasi)

Na mesma data marcada para o recebimento das propostas de empresas interessadas, licitação no valor de R$ 1,1 milhão realizada pela prefeitura de Caracol foi suspensa nesta segunda-feira (10) após falhas serem apontadas no edital. A decisão foi tomada pelo TCE-MS (Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul) e está disponível no Diário Oficial.

O pregão presencial n.º 004/2020 foi feito para contratação de empresa especializada no fornecimento de combustíveis, com a instalação de tanques aéreos de armazenamento e bombas de abastecimento, para utilização na frota municipal.

Apesar do certame mencionar que a construção deveria ser feita dentro das recomendações da ANP (Agência Nacional do Petróleo), equipe de controle prévio da Corte de Contas apontou que a ausência de especificação sobre a capacidade e quantidade de tanques consiste em irregularidade.

“Além de não haver tais especificações, ainda consta que a instalação dos mencionados tanques ficaria sob a responsabilidade da empresa vencedora, que sem saber o quantitativo e medidas, não consegue aferir os custos para a instalação”, diz trecho do relatório.

Foram apontadas também como falhas a ausência de disponibilização de edital na internet e não envio de estudo técnico preliminar. Diante dos problemas, o conselheiro relator, Márcio Monteiro, atendeu ao pedido pela suspensão liminar do certame.

A reportagem entrou em contato com o prefeito de Caracol, Manoel Viais (PR), mas ele preferiu não se manifestar por ainda ainda não ter sido notificado sobre a decisão. O gestor também não confirmou se a sessão de recebimento de propostas teve a participação de empresas interessadas. Permanece aberto o espaço caso a gestão queira se manifestar posteriormente.

Jornal Midiamax