Política / Transparência

Na mira de Reinaldo para privatização, parque será reformado por R$ 2,5 milhões

A Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos de Mato Grosso do Sul) assinou contrato com a empresa Aldevina Aparecida do Nascimento EPP para executar obras no Parque Estadual das Várzeas do Rio Ivinhema, em Taquarussu. O extrato foi publicado na edição desta segunda-feira (23) do DOE (Diário Oficial Eletrônico). O prazo é de 360 […]

Adriel Mattos Publicado em 23/11/2020, às 10h16 - Atualizado às 14h49

Foto: Divulgação, PMA
Foto: Divulgação, PMA - Foto: Divulgação, PMA

A Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos de Mato Grosso do Sul) assinou contrato com a empresa Aldevina Aparecida do Nascimento EPP para executar obras no Parque Estadual das Várzeas do Rio Ivinhema, em Taquarussu.

O extrato foi publicado na edição desta segunda-feira (23) do DOE (Diário Oficial Eletrônico). O prazo é de 360 dias (cerca de um ano).

No total, o serviço deve custar R$ 2,5 milhões. O serviço é para reforma dos prédios da administração e alojamento, centro de convivência e pesquisa, três receptivos, galpão e gabiões.

O parque é umas unidades que está na mira do governo de Reinaldo Azambuja (PSDB) para concessão à iniciativa privada, como noticiou o Jornal Midiamax no mês passado.

A licitação para a reforma foi lançada meses antes do Executivo admitir que tinha intenção de realizar PPP (Parceria Público-Privada). Ainda não há prazo para o início das obras no parque.

Jornal Midiamax