Política / Transparência

Mais quatro municípios de MS terão receitas milionárias para o financeiro de 2021

Quatro municípios aprovaram e divulgaram o valor de suas respectivas estimativas de orçamentos para o exercício financeiro de 2021. Caracol, Paranaíba, Ribas do Rio Pardo e Terenos publicaram suas receitas para 2021 no Diário Oficial da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul) do último dia 23. Confira os valores: Caracol Prefeitura de […]

Fábio Oruê Publicado em 26/12/2020, às 20h05

Prefeitura de Terenos.(Arquivo)
Prefeitura de Terenos.(Arquivo) - Prefeitura de Terenos.(Arquivo)

Quatro municípios aprovaram e divulgaram o valor de suas respectivas estimativas de orçamentos para o exercício financeiro de 2021. Caracol, Paranaíba, Ribas do Rio Pardo e Terenos publicaram suas receitas para 2021 no Diário Oficial da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul) do último dia 23. Confira os valores:

Caracol

Prefeitura de Caracol fixou a despesa total para o exercício de 2021 em R$ 33.700.000,00. Montante de receitas se divide entre receitas correntes e receitas de capital e consta como “valor adequado em relação ao valor projetado” na LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias).

Conforme a lei, sancionada pelo prefeito Manoel Viais (PR), está prevista nas receitas correntes R$ 33.257.800,00 e R$ 4.562.500,00 nas receitas de capital, além de R$ 4.120.300,00 de deduções.

Separando as despesas por órgão, a Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer é a que tem maior gasto: R$ 10.083.500,00. O gabinete do prefeito está com despesas estimadas em R$ 610.000,00 e a Câmara Municipal em R$ 1.420.000,00.

Paranaíba

Prefeitura de Paranaíba fixou a despesa total em R$ 183.000.000,00. Conforme a lei, sancionada pelo prefeito Ronaldo Severino de Lima (PSDB), a receita orçamentária decorrerá da arrecadação de tributos, transferências constitucionais e outras receitas correntes e de capital.

As receitas correntes estimam arrecadação de R$ 164.950.633,05, enquanto as receitas de capital R$ 20.113.500,00 e a receita intraorçamentária de R$ 12.126.100,00. A dedução é no valor negativo de R$ 14.190.233,05.

O Fundo Municipal de Saúde é a maior despesa do município: R$ 49.936.000,00. A procuradoria da prefeitura estimou os gastos em R$ 1.767.500,00 e o legislativo em R$ 6.050.000,00.

Ribas do Rio Pardo

Prefeitura de Ribas do Rio Pardo fixou o orçamento geral em R$ 119.875.800,00. Na lei, sancionada pelo prefeito Paulo Cesar Silveira (MDB), a estimativa para as receitas correntes é de arrecadação de R$ 129.289.300,00, enquanto as receitas de capital R$ 3.733.500,00. As deduções chegam a R$ 13.147.000,00.

A Secretaria de Educação, com R$ 29.804.800,00 , é a maior despesa de Ribas do Rio Pardo. A assessoria do gabinete do prefeito estima R$ 923.600,00 e a Câmara Municipal R$ 5.918.536,59 em despesas.

Terenos

A prefeitura de Terenos estima a receita e fixa as despesa do município para o exercício financeiro de 2021em R$ 83.000.000,00. Montante se divide entre orçamento Fiscal e orçamento de Seguridade Social.

Conforme a lei, sancionada pelo prefeito Sebastião Barraco (DEM), o Orçamento Fiscal está com R$ 52.693.000,00 e o Orçamento da Seguridade Social com R$ 30.307.000,00.

Quanto as despesas, o maior gasto vem do Fundo Municipal de Saúde, que estima gasto de R$ 21.121.000,00. Para o gabinete do prefeito foi fixada a despesa de R$ 178.000,00 e para a Câmara Municipal de R$ 3.100.000,00.

Jornal Midiamax