Política / Transparência

Polícia Federal cumpre mandados contra fraude em licitação na Prefeitura de Corumbá

Contra fraude em licitações a Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (6), a Operação Offset que cumpre mandados em Corumbá e em Campo Grande. Ao todo são cumpridos 12 mandados de busca e apreensão. A operação mira empresários e servidores públicos municipais. Em Campo Grande, cinco mandados foram cumpridos. Policiais fazem buscas na Secretaria […]

Thatiana Melo Publicado em 06/10/2020, às 06h49 - Atualizado às 11h44

(Divulgação)
(Divulgação) - (Divulgação)

Contra fraude em licitações a Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (6), a Operação Offset que cumpre mandados em Corumbá e em Campo Grande. Ao todo são cumpridos 12 mandados de busca e apreensão. A operação mira empresários e servidores públicos municipais. Em Campo Grande, cinco mandados foram cumpridos.

Policiais fazem buscas na Secretaria de Infraestrutura de Corumbá, segundo a PF (Polícia Federal), e teriam ido à casa de Márcio Iunes, irmão do prefeito Marcelo Iunes, do titular de Obras Ricardo Campos Ametlla e de Edson Panes de Oliveira Filho, ex-secretário de Segurança Pública, todos em Corumbá.

Ainda não se sabe a relação de Márcio nas supostas irregularidades apuradas. O que já foi confirmado é que a investigação teve início após o recebimento de denúncias apontando supostos desvios de recursos públicos decorrentes de contratos de serviços entre a Prefeitura de Corumbá e uma empresa de engenharia sediada em Campo Grande.

Os mandados foram expedidos pela 1ª Vara Federal de Corumbá. A investigação teve início após o recebimento de denúncias apontando a ocorrência de desvios de recursos públicos na prefeitura, sendo decorrentes de contratos de prestação de serviços entre a prefeitura de Corumbá e uma empresa de engenharia sediada em Campo Grande.

O dinheiro desviado seria direcionado aos servidores e empresários envolvidos. As investigações também indicaram que parte da verba destinada ao pagamento dos contratos é proveniente de repasse de recursos federais.

Nome da operação

O nome da operação faz alusão à conhecida técnica de impressão, já que este é o principal ramo de atividade econômica, registrado nos órgãos competentes, de uma empresa investigada.

Destaca-se que a empresa possui registrados ainda outros ramos de atuação completamente diversos da atividade principal, numa clara tentativa de facilitar a participação em diferentes processos licitatórios, mesmo sem deter outras capacidades necessárias. Em tradução livre para a língua portuguesa, a palavra “offset” significa “fora de alinhamento” ou “fora do lugar”.

Jornal Midiamax