Política / Transparência

Revitalização da Cidade do Natal vai custar R$ 456 mil à Prefeitura

A Prefeitura de Campo Grande vai gastar R$ 456 mil para revitalizar a Cidade do Natal, localizada em área anexa ao Parque das Nações Indígenas, nos altos da avenida Afonso Pena. O extrato do contrato com a empresa vencedora, a DT3 Construção EIRELI – EPP, foi publicado no Diário Oficial da Capital nesta segunda-feira (5). […]

Richelieu Pereira Publicado em 05/11/2018, às 13h04 - Atualizado às 13h31

Entrada da Cidade do Natal, em Campo Grande (Divulgação/PMCG).
Entrada da Cidade do Natal, em Campo Grande (Divulgação/PMCG). - Entrada da Cidade do Natal, em Campo Grande (Divulgação/PMCG).
Revitalização da Cidade do Natal vai custar R$ 456 mil à Prefeitura
Empresa vencedora terá dois meses para concluir reforma (Reprodução: PMCG)

A Prefeitura de Campo Grande vai gastar R$ 456 mil para revitalizar a Cidade do Natal, localizada em área anexa ao Parque das Nações Indígenas, nos altos da avenida Afonso Pena. O extrato do contrato com a empresa vencedora, a DT3 Construção EIRELI – EPP, foi publicado no Diário Oficial da Capital nesta segunda-feira (5).

O projeto de melhorias inclui a instalação de um pergolado de vidro para proteção contra a chuva, serviços como reforma do piso da “Casa do Papai Noel”, readequação física dos dezoito quiosques que compõem a Cidade do Natal, pintura de telhas e paredes e limpeza.

A Prefeitura estimava investir R$ 568 mil, mas com a concorrência o serviço deve custar R$ 456.510,94. Os trabalhos devem durar dois meses, a partir da emissão da ordem de execução do serviço.

Só no ano passado, a Cidade do Natal recebeu aproximadamente 300 mil visitantes durante a época de fim de ano. O espaço foi inaugurado em 2009, com recursos da iniciativa privada, após uma parceria entre Estado e Prefeitura.

Jornal Midiamax