Política / Transparência

Bradesco vai levar R$ 1,25 por boleto de arrecadação processado da Capital

Prazo do contrato é de 12 meses

Ludyney Moura Publicado em 20/03/2018, às 11h35

None

Prazo do contrato é de 12 meses

A Prefeitura de Campo Grande publicou na edição desta terça-feira (20) um contrato com o Banco Bradesco, que no final do ano passado adquiriu a Folha de Pagamento dos servidores municipais por cerca de R$ 50 milhões, para recebimento de boletos.

De acordo com o extrato publicado no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande), o Bradesco será responsável pela ‘prestação de serviços continuados de recolhimento de tributos e demais receitas municipais, através de documentos de arrecadação municipal – DAM, guias, carnês e boletos, por intermédio de suas agências, com prestação de contas por meio magnético dos valores arrecadados’.

Por cada documento de arrecadação processado a instituição financeira cobrará R$ 1,25 (um real e vinte e cinco centavos). O contrato tem validade de um ano, podendo ser prorrogado por até 60 meses.

Assinam o contrato o titular da Sefin (Secretaria Municipal de Finanças), Pedro Pedrossian Neto, e além de Jorge Luis Cardouzo e Eliete Maria Martins de Souza.

Jornal Midiamax