Política / Transparência

Três empreiteiras têm contrato ampliado com a Prefeitura para construção de Ceinfs

Dois contratos são com empresas de tapa-buraco

Evelin Cáceres Publicado em 09/05/2016, às 13h16

None
ceinf_talisma.jpg

Dois contratos são com empresas de tapa-buraco

A Prefeitura de Campo Grande ampliou o prazo de vigência de três empreiteiras para a construção dos Ceinfs (Centros de Educação Infantil) no Bairro São Conrado, Oliveira III e Jardim Talismã, de acordo com as publicações do Diário Oficial do Município desta segunda-feira (9).

Os contratos, que são de 2012, foram ampliados até o dia 29 de novembro deste ano. A Selco Engenharia, que também mantém contratos de tapa-buraco na cidade, é responsável pelo  Ceinf São Conrado, com valor inicial da construção de R$ 2.099.344,94.

A mesma empreiteira faz as obras do Ceinf Oliveira III e a obra custava R$ 2.119.411,45 antes dos termos aditivos.  

A Gradual Engenharia Ltda também deve entregar o Ceinf Jardim Talismã até novembro. Inicialmente, a obra custava R$ 2.049.419,07.

Assinam pelos aditivos Amilton Cândido de Oliveira, Denis Puliti Simioli e Luziano dos Santos Neto.

Obra parada

O Ceinf (Centro de Educação Infantil) do Jardim Talismã, por exemplo, teve construção iniciada em 2012, porém, parou seus trabalhos com 65% da obra concluída. Seu projeto inicial custava R$ 2.049.419,07, dos quais já foram pagos R$ 943,682,69. Com a paralisação, o prédio está deteriorado pela ação do tempo e teve muitos materiais roubados após abandono, conforme vistoria realizada pelos vereadores da Câmara de Campo Grande no projeto Câmara Comunitária. 

Jornal Midiamax