Política / Transparência

Guarda troca previsão de gasto de R$ 1,2 milhão para R$ 180 mil para mudar fardas

Mudança atende recomendação do MPE

Midiamax Publicado em 11/10/2015, às 14h43

None
uniformes_0.jpg

Mudança atende recomendação do MPE

A Guarda Municipal vai acrescentar dois itens em seu uniforme para diferenciá-la da Polícia Militar. A ação acontece depois de recomendação do MPE-MS (Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul), em virtude das semelhança das duas fardas.

A alteração, segundo a Guarda Municipal, vai custar, em média, R$ 180 mil, para 1.270 mil guardas municipais – serão acrescentadas boinas e colocada uma braçadeira em um azul mais claro. Na gestão anterior, os uniformes seriam trocados e o custo previsto era de R$ 1,2 milhão.

Ainda conforme explicou a Guarda, a Prefeitura de Campo Grande já conseguiu autorização do MPE, bem como aprovação do Sindicato dos Guardas Municipais, para que o uniforme não seja alterado, apenas acrescentados os itens. A medida da atual gestão é não impactar o cofre público, mas atender a solicitação do Ministério Público, acrescenta.

Recomendação

Na ocasião da recomendação, o promotor João Meneghini Girelli, autor do documento, orientou a mudança, “bem como que tal se dê da maneira mais eficiente possível, seja com a inserção de nova peça de vestuário, seja aguardando os atuais uniformes se desgastarem pelo uso para somente então novos e adequados sejam fornecidos, ou outra maneira que entender mais eficiente e menos onerosa”

Em abril deste ano, uma pessoa foi agredida em Campo Grande e não soube dizer se quem bateu nela era membro da Guarda Municipal ou da Polícia Militar. O que lhes diferenciam é apenas o tom da cor azul e detalhes no braço.

Jornal Midiamax