Política / Pimenta

Servidora pública teria escapado do trabalho presencial pós-pandemia porque saberia muito sobre 'esquema'

Colegas garantem que a funcionária pública teria exigido continuar no home office para evitar comentar o que sabe

Da Redação Publicado em 29/09/2021, às 07h00

Servidora teria 'lucrado' com isolamento porque saberia muito sobre processo em andamento
Servidora teria 'lucrado' com isolamento porque saberia muito sobre processo em andamento - (Ilustração sobre reprodução, Web)

Para revolta dos colegas, servidora pública com expediente em Campo Grande teria 'escapado' da volta ao trabalho presencial pós-pandemia alegando que precisa evitar contato com os outros funcionários públicos. A justificativa, dizem, ganhou força porque ela teria sutilmente ameaçado 'falar demais' sobre o que sabe a respeito de suposto esquema em andamento.

Como é quem organiza papelada sensível para continuidade da operação, teria feito lista de exigências que incluem, segundo a denúncia, até carro oficial à disposição para buscar e levar papéis entre sua casa e a repartição onde é lotada.

Enquanto isso, os colegas estariam sobrecarregados porque demais funções da espertalhona teriam sido redistribuídas entre os que já voltaram para o trabalho presencial.

Procurados, os chefes inventaram mil justificativas para explicar o tratamento diferenciado, mas acabaram confrontados com as ameaças veladas que a servidora pública já teria deixado escapar em alto e bom som em plena sala cheia de gente.

Sabendo de algo que MS precisa saber? Conta pro Midiamax!

Se você está por dentro de alguma informação que acha importante o público saber, fale com jornalistas do Jornal Midiamax!

Fala Povo: O leitor pode falar direto no WhatsApp do Jornal Midiamax pelo número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Se preferir, você também pode falar com o Jornal direto no Messenger do Facebook.

Você pode enviar flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões com total sigilo garantido pela lei.

Jornal Midiamax