Política / Pimenta

Assedio moral contra servidores teria relação com contratos que chefe assina em Campo Grande

Estressado por ser gestor de contratações pelas quais ninguém põe a mão no fogo desconta na equipe

Da Redação Publicado em 12/08/2021, às 07h49

Servidores revoltados dizem que gritos assustam até fauna na região do Parque dos Poderes
Servidores revoltados dizem que gritos assustam até fauna na região do Parque dos Poderes - (Ilustração sobre reprodução, Web)

Assédio moral contra servidores estaria relacionado aos contratos dos quais o chefe estressado é gestor. De acordo com os relatos, gritos e xingamentos assustam até a fauna na região do Parque dos Poderes. No entanto, mesmo com reclamações aos superiores, ninguém fez nada até o momento.

Os funcionários públicos contam que o sujeito teria pedido para deixar de figurar como gestor de um contrato pelo qual ninguém põe a mão no fogo, mas teve o pedido negado. Para manter a nomeação, a condição é continuar com o nome da papelada.

Assim, estressado com a situação, passou a disparar impropérios que logo evoluíram para gritaria contra os subalternos. Alguns deles, servidores públicos concursados com mais de 20 anos de carreira.

Além disso, como as reclamações teriam sido ignoradas, os assediados estariam organizando um boicote que pode ter consequências catastróficas para os supostos esquemas articulados na repartição...

Sabendo de algo que MS precisa saber? Conta pro Midiamax!

Se você está por dentro de alguma informação que acha importante o público saber, fale com jornalistas do Jornal Midiamax!

Fala Povo: O leitor pode falar direto no WhatsApp do Jornal Midiamax pelo número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Se preferir, você também pode falar com o Jornal direto no Messenger do Facebook.

Você pode enviar flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões com total sigilo garantido pela lei.

Jornal Midiamax