Política / Pimenta

Venha a nós…

Empresários que ‘compraram’ direito de explorar setor muito lucrativo estão mostrando nos últimos dias que tipo de parceria mantêm com setor público e a amistosidade quase servil já beira o ridículo, avaliam servidores que defendem postura mais forte e independente. Em plena pandemia, continuam priorizando lucro fenomenal e expõem supostos parceiros à execração pública negando […]

Da Redação Publicado em 13/04/2020, às 09h45 - Atualizado às 10h04

None
Empresários de setor altamente lucrativo quase não ajudam, mas atrapalham (Ilustração, Web)

Empresários que ‘compraram’ direito de explorar setor muito lucrativo estão mostrando nos últimos dias que tipo de parceria mantêm com setor público e a amistosidade quase servil já beira o ridículo, avaliam servidores que defendem postura mais forte e independente.

Em plena pandemia, continuam priorizando lucro fenomenal e expõem supostos parceiros à execração pública negando aumentar minimamente a qualidade do péssimo serviço que oferecem.

Como os empresários hirudíneos insistem no ‘venha a nós’ e abominam qualquer tipo de ‘vosso reino’, já tem até correligionário de mandatário sonhando que poderiam sofrer revés assim que a crise passar. Mas, por enquanto, nada além de sonho…

Jornal Midiamax