Política / Justiça

Policial que atirou contra vítima após discussão no trânsito vai a júri nesta terça

Acidente ocorreu há 5 anos

Midiamax Publicado em 08/05/2017, às 20h56

None
65.jpg

Acidente ocorreu há 5 anos

Um policial que atirou contra uma vítima após se envolver em um acidente de trânsito, em 2012, será julgado na 1ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande, nesta terça-feira (9), às 8 horas. Conforme denúncia, ele é acusado de tentativa de homicídio.

A colisão ocorreu no dia 16 de fevereiro de 2012, no bairro Jardim Tijuca. Após se envolverem no acidente no cruzamento das ruas Nhambiquara e Severino Pinheiro, os dois condutores decidiram seguir em seus veículos a uma oficina próxima.

Porém,  ao longo do caminho, a vítima parou três vezes para indagar onde, afinal, era a oficina para qual se dirigiam. O policial então teria discutido com ele, sacado uma arma e efetuado disparos em sua direção, os quais, no entanto, somente acertaram o carro próximo à porta do motorista, ao passo que este acelerou e fugiu do local.

Ministério Público, considerou a tentativa de homicídio por motivo torpe, uma vez que o acusado teria decidido matar a vítima por vingança, diante do acidente de trânsito ocorrido anteriormente.

O juiz Carlos Alberto Garcete, titular da 1ª Vara do Tribunal do Júri, confirmou a ação, ainda que sob a justificativa de legítima defesa, reputou estarem presentes indícios suficientes para submetê-lo a julgamento pelo júri.

O juiz, porém, desconsiderou a alegação da acusação de motivo torpe, pois entendeu não terem sido trazidos ao processo elementos aptos a demonstrar uma vontade de vingança por parte do policial.

Jornal Midiamax