Política / Justiça

A partir das 20 horas de hoje sistema do TJMS estará indisponível

A partir das 20 horas desta quarta-feira, dia 27 de outubro, o Sistema de Automação da Justiça (SAJ) estará indisponível para atualização do sistema gerenciador de banco de dados do Tribunal, o DB2. A alteração propiciará uma melhoria de performance nos sistemas do TJMS. Serão afetadas todas as comarcas que operam com a versão PG5 […]

Arquivo Publicado em 28/10/2010, às 14h08

None

A partir das 20 horas desta quarta-feira, dia 27 de outubro, o Sistema de Automação da Justiça (SAJ) estará indisponível para atualização do sistema gerenciador de banco de dados do Tribunal, o DB2. A alteração propiciará uma melhoria de performance nos sistemas do TJMS.

Serão afetadas todas as comarcas que operam com a versão PG5 do SAJ. O serviço de consulta processual pela internet também estará indisponível. O retorno está programado para as 6 horas do dia 3 de novembro.

Nesta quinta-feira, dia 28 de outubro, além do SAJ, também estarão indisponíveis o Portal do TJMS e o e-mail do Tribunal para uma manutenção dos servidores. Estes serviços estarão fora do ar das 8 às 15 horas.

Além dessa paralisação que ocorre ao longo desse feriado prolongado, está programada uma segunda paralisação no dia 12 de novembro, a partir das 20 horas, com retorno no dia 16 de novembro, às 6 horas. Neste período ocorrerá a implantação da nova numeração dos processos judiciais baseada no padrão nacional definido pela Resolução nº 65 do CNJ.

Melhoria – A atualização do sistema gerenciador do banco de dados é necessária em razão da incompatibilidade da versão utilizada hoje com o atual parque tecnológico do PJMS. Quando implantado, no ano de 2003, a demanda processual era menor e a realidade tecnológica no judiciário de MS era outra.

Com o passar dos anos, foram agregados diversos serviços informatizados para benefício do jurisdicionado sul-mato-grossense, além do aumento da demanda e o elevado grau de informatização, processo digital e segurança da informação.

A nova versão do Banco de Dados propiciará melhoria de performance do sistema de automação judiciária e, consequentemente, a resposta aos jurisdicionados. Os judiciários do Amazonas e do Rio Grande do Norte, que já efetuaram a mudança de versão do DB2, registraram uma drástica redução de travamentos das bases de dados. (Publicado no site do TJMS).

Jornal Midiamax