Política / Bastidores

[ BASTIDORES ] Rivalidade no campo

Da Redação Publicado em 06/10/2021, às 06h30

None

Ansiosos

O futebol parece mesmo ser paixão nacional, como dizem. Na Câmara Municipal, o jogo — marcado para a noite de terça-feira — entre time dos vereadores e do prefeito Marquinhos Trad (PSD), deu o que falar (ou brincar) na manhã de ontem.

'Rivalidade'

Dizendo que, se fosse jogar, não duraria nem três minutos, o presidente da Casa de Leis, vereador Carlão (PSB), brincou dizendo que, quando o vereador Zé da Farmácia (Podemos) entrar em campo e marcar o prefeito, a primeira bola que ele 'pegar', é para 'chegar a bonita nele'.

No plenário e no campo

Ele ainda 'lamentou', em tom de brincadeira, que o vereador Marcos Tabosa (PDT) esteja viajando, porque, se não, colocaria ele para marcar o chefe do Executivo municipal. Isso porque, na atuação política, não faltam críticas do parlamentar à gestão municipal. 

Elogio ao elogio

Elogio que a vereadora Camila Jara (PT) fez ao prefeito Marquinhos Trad gerou o mesmo tipo de discurso por parte do vereador Valdir Gomes (PSD). "Até o PT reconhecendo a gestão do prefeito". "Vossa excelência é bastante aguerrida". 

Novo modelo

Aprovada recentemente, a possibilidade de home office para participação de parlamentares durante a sessão tem sido usada na Câmara de Campo Grande. Na sessão de terça-feira, os vereadores João Rocha (PSDB) e Jamal Salem (MDB) participaram de forma remota.

Jornal Midiamax