Política / Bastidores

[ BASTIDORES ] Desespero no parque

Indiciado Se confirmou o que muitos já esperavam, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) foi indiciado pela Polícia Federal pelos crimes de lavagem de dinheiro, organização criminosa e corrupção passiva. Corre-corre Leia também: [ BASTIDORES ] Vem de zap [ BASTIDORES ] Mudança na grade A notícia da conclusão da investigação da PF movimentou o Parque […]

Da Redação Publicado em 07/07/2020, às 06h00 - Atualizado em 15/07/2020, às 04h12

None

Indiciado

Se confirmou o que muitos já esperavam, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) foi indiciado pela Polícia Federal pelos crimes de lavagem de dinheiro, organização criminosa e corrupção passiva.

Corre-corre

A notícia da conclusão da investigação da PF movimentou o Parque dos Poderes, na tarde desta segunda. Houve corre-corre nos corredores e preocupação de assessores.

Protocolo

A resposta do governador, contudo, não poderia ser mais protocolar. Apesar de delações premiadas embasarem condenações de políticos em todo Brasil, o governador segue desqualificando o depoimento dos executivos da J&F.

Torcida

Nos bastidores, assessores mais próximos de Reinaldo fazem até campanha de reza para que o andamento do processo no STF seja o mais lento possível.

Parabéns

O deputado estadual Londres Machado (PSD) solicitou moção de Congratulação à esposa, Ilda Machado prefeita de Fátima do Sul pelo 57º aniversário do município. A moção se estende também ao presidente da Câmara de Vereadores, Emerson Mendes.

Trágico

Já o deputado estadual Neno Razuk (PTB) indicou uma moção de Pesar ao ex-secretário de Agricultura, Alceu Júnior Bittencourt, após ter sido morto a facadas por um funcionário, no último sábado (4).

Garçom virtual

Mesmo com as sessões presenciais suspensas desde março até 31 de agosto, a Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul) contratou um garçom pelo valor mensal de R$ 4.078,29, o que totaliza em 3 meses R$ 12.234,87.

Relação antiga

A empresa contratada é a Pronta Comércio e Prestação de Serviços, que tem contrato desde 2017 com a Casa de Leis. O acordo foi firmado em 19 do mês passado, conforme consta no Diário Oficial Legislativo.

Jornal Midiamax