Política / Bastidores

[ BASTIDORES ] Saiu do grupo

Saiu… Roberto Hashioka saiu dos grupos do PSDB no WhatsApp instantes depois de confirmada sua derrota nas eleições para prefeito de Nova Andradina, em novembro. Tchau! Leia também: [ BASTIDORES ] Vem de zap [ BASTIDORES ] Mudança na grade A esposa, Dione, fez o mesmo, já que o fracasso de Barbosinha (DEM) em Dourados […]

Da Redação Publicado em 09/12/2020, às 06h00

None

Saiu…

Roberto Hashioka saiu dos grupos do PSDB no WhatsApp instantes depois de confirmada sua derrota nas eleições para prefeito de Nova Andradina, em novembro.

Tchau!

A esposa, Dione, fez o mesmo, já que o fracasso de Barbosinha (DEM) em Dourados tirou dela a vaga do democrata na Assembleia Legislativa.

Arrogância?

As saídas, sem mensagens de adeus ou de agradecimento, foram interpretadas como mais um sinal de arrogância dos Hashioka, que dispensaram importantes apoios de lideranças tucanas durante a campanha.

Irrelevante

A leitura de Roberto e Dione era de que o suporte de parlamentares estaduais e federais do PSDB era irrelevante numa eleição dada como ganha.

Venceu

Vencedor do pleito, Gilberto Garcia (PL) bateu o ex-secretário de Administração de Reinaldo Azambuja por uma distância de quase 2 mil votos.

Fica como está

A eleição da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa cada vez mais se consolida para reeleger seus atuais membros. Há pelo menos 16 votos para manter Paulo Corrêa (PSDB) e os demais componentes.

Água no chope

Com isso, os planos de Capitão Contar (sem partido) para se eleger primeiro-secretário podem ir por água abaixo. Ele anunciou candidatura avulsa ontem, terça-feira (8).

Quem são os outros?

Eduardo Rocha (MDB) é o primeiro vice-presidente, Antonio Vaz (Republicanos) e Neno Razuk (PTB) são os 2º e 3º vice-presidente, respectivamente. Zé Teixeira (DEM), Herculano Borges (Solidariedade) e Pedro Kemp (PT) estão na 1ª, 2ª e 3ª secretarias, respectivamente.

Sem consenso não!

Zé Teixeira já antecipou que não iria disputar sem consenso dos demais. Mas como Contar é oposição ao governo, dificilmente o democrata tiraria seu time de campo. Vem aí A eleição está marcada para quinta-feira (10). Normalmente, a escolha ocorre na abertura do ano legislativo, em 1º de fevereiro, mas foi antecipada.

Jornal Midiamax