Política

Presidente da Câmara de Corumbá é reeleito e vereador mais votado fica com a 1ª secretaria

A Câmara Municipal de Corumbá, 429 quilômetros de Campo Grande, reelegeu Roberto Gomes Façanha (PSDB) como presidente. A eleição foi feita no mesmo dia em que os parlamentares, prefeito e vice-prefeito, tomaram posse, em 1º de janeiro. Segundo a Casa de Leis daquele município, apenas uma chapa concorreu à Mesa Diretora. Na ocasião, o vereador […]

Mayara Bueno Publicado em 05/01/2021, às 08h31 - Atualizado às 08h41

Vereadores de Corumbá, em 1º de janeiro. (Foto: Ascom, Câmara Municipal).
Vereadores de Corumbá, em 1º de janeiro. (Foto: Ascom, Câmara Municipal). - Vereadores de Corumbá, em 1º de janeiro. (Foto: Ascom, Câmara Municipal).

A Câmara Municipal de Corumbá, 429 quilômetros de Campo Grande, reelegeu Roberto Gomes Façanha (PSDB) como presidente. A eleição foi feita no mesmo dia em que os parlamentares, prefeito e vice-prefeito, tomaram posse, em 1º de janeiro.

Segundo a Casa de Leis daquele município, apenas uma chapa concorreu à Mesa Diretora. Na ocasião, o vereador Chicão Viana, que disputaria também, retirou a candidatura, afirmando que o diálogo prevaleceu.

Diferente do que é feito em Campo Grande, a votação para presidente em Corumbá foi secreta. O presidente recebeu 14 votos a favor e um foi anulado. A chapa é composta por Manoel Rodrigues (Republicanos), como vice-presidente; Yussef Salla (PDT) na segunda vice-presidência. Os dois receberam 13 votos e dois foram anulados. Na primeira secretaria, Elinho Verde Frutti (PTB); na segunda secretaria, Samyr Qualhada (PTB).

Façanha assume o carto pela terceira vez. Foi presidente entre 2003 e 2004 e, depois, de 2019 a 2020. Essa é a sexta legislatura, já que foi eleito pela primeira vez em 1996, reeleito em 2000, 2004, 2012 e 2016. Em 2008, ainda segundo informações da Câmara Municipal, ficou na suplência e assumiu mandato entre 2009 e 2011, por 18 meses.

Além dos novos integrantes da Mesa Diretora, são vereadores de Corumbá Ubiratan Canhete de Campos Filho – Bira; Chicão Vianna (PSD); Raquel Bryk (PP); Alexandre Vasconcellos (PSDB); Luciano Costa (PSDB); Allex Dellas (Republicanos); Gaúcho da Pró-Art (PP); Genilson José (PODE); Daniel Brambilla (PSL), e Nelsinho Dib (MDB).

Jornal Midiamax