Política

Prefeita de Sidrolândia diz que nomeação de parentes ‘foi um erro’ e afirma que irá revogá-las

A prefeita de Sidrolândia, Vanda Camilo (PP), voltou a trás e anulou a nomeação de três familiares para cargos comissionados na prefeitura da cidade com 100% de gratificação. De acordo com a publicação no último dia 7, no Diário Oficial da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), a prefeita avia nomeado suas […]

Gabriel Neves Publicado em 10/01/2021, às 22h38 - Atualizado em 11/01/2021, às 06h58

Prefeita Vanda Camilo. (Foto: Divulgação)
Prefeita Vanda Camilo. (Foto: Divulgação) - Prefeita Vanda Camilo. (Foto: Divulgação)

A prefeita de Sidrolândia, Vanda Camilo (PP), voltou a trás e anulou a nomeação de três familiares para cargos comissionados na prefeitura da cidade com 100% de gratificação.

De acordo com a publicação no último dia 7, no Diário Oficial da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), a prefeita avia nomeado suas cunhadas Ana Cristina de Souza Camilo e Ione Almeida de Azevedo, para assessora especial de apoio administrativo e chefe da Divisão de Desenvolvimento da Micro e Pequena Empresa e do Empreendedor Individual, respectivamente.

Além de seu sobrinho, Felipe Azevedo Diniz, que ocuparia o cargo de coordenador executivo de órgãos Colegiados. Todas as nomeações se tornarão efeito, segundo declaração Vanda Camilo feita em entrevista ao site Região News.

Na entrevista, a prefeita admitiu que a nomeação dos parentes foi um “equivoco, já que o nepotismo é uma prática proibida pela legislação e eticamente rejeitada pela sociedade”.

“A nomeação de parentes foi um erro. Já convoquei a equipe técnica e ordenei que fosse revogada as nomeações com efeito retroativo”, completou a prefeita.

Jornal Midiamax