Política

Político paraguaio é assassinado por ouvir polca do partido colorado

Pessoas ligadas a um grupo adversário teria pedido para ele desligar o som e deram início a uma discussão

Marcos Morandi Publicado em 21/09/2021, às 11h28

Carlos Aguilera entrou em discussão com pessoas ligadas a grupo adversário
Carlos Aguilera entrou em discussão com pessoas ligadas a grupo adversário - Reprodução

Um candidato a vereador do partido Colorado por Itakyry, cidade do Paraguai, foi assassinado na noite desta segunda-feira (20). Segundo informações da Polícia Nacional, Carlos Aguilera foi atingido por dois tiros.

O comissário Édgar Romero indicou firmou, após relatório sobre os fatos, ficou evidenciado que, no momento em que foi morto, Carlos Aguilera ouvia a polca “Colorado”  e que pessoas ligadas  a um grupo adversário teria pedido para ele desligar o som. Já que estava na frente da Rádio de propriedade de um candidato de outro partido.

Ainda de acordo com as informações policiais, as discussões verbais acabaram evoluindo para agressões físicas e, no meio da confusão, aconteceram dois disparos de arma de fogo, que acabaram atingindo o candidato colorado.

Jornal Midiamax