Política

“Não é só uma p… de gripezinha”, desabafa prefeito de Ivinhema após perder pai para covid-19

Também diagnosticado pela covid-19, Juliano Ferro (DEM), prefeito de Ivinhema, fez transmissão ao vivo emocionada na manhã deste sábado (16).

Jones Mário Publicado em 16/01/2021, às 10h56

Juliano Ferro chorou bastante durante transmissão ao vivo (Foto: Reprodução)
Juliano Ferro chorou bastante durante transmissão ao vivo (Foto: Reprodução) - Juliano Ferro chorou bastante durante transmissão ao vivo (Foto: Reprodução)

O prefeito de Ivinhema, Juliano Ferro (DEM), fez um desabafo emocionado em transmissão ao vivo, na manhã deste sábado (16). Ele perdeu o pai para a covid-19 nesta semana e está contaminado, bem como a esposa, a filha e uma sobrinha.

Ferro criticou aglomerações em festas realizadas em Ivinhema e reconheceu que foi negligente com a doença. “Não é pagando de paladino, de ser certo. Tô pagando caro. Estou morrendo de medo e choro toda hora com medo de ter que enterrar mais alguém”, disse.

“De 30 dias para cá nossa vida se tornou um inferno. Eu fui, em alguns momentos, irresponsável, porque achei que esse covid era só uma gripezinha. E não é só uma p… de uma gripezinha, não. Antes de ontem eu enterrei meu pai. […] Eu tô sem chão”, desabafou, aos prantos.

“Gripezinha” foi como o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) se referiu à covid-19 em março do ano passado, durante pronunciamento em cadeia nacional.

Preto Ferro, como era conhecido o pai de Juliano, ficou 26 dias entubado e sofreu duas paradas cardiorrespiratórias antes de falecer.

“Não é uma gripezinha, não é brincadeira”, reforçou. “O povo não está nem aí. Eu fui, e vocês estão sendo incompetentes de não estar dando atenção. Essa semana foram mais de 100 testes positivos [em Ivinhema]”, continuou o prefeito.

Ofegante, Juliano Ferro adiantou que apenas as secretarias de Saúde e de Assistência Social seguirão funcionando sem restrições a partir de segunda-feira (18). As demais, com surtos de contaminações pelo novo coronavírus, não terão expediente presencial.

O prefeito ainda fez apelos à população mais jovem de Ivinhema, a fim de cessar festas e aglomerações, e avisou que o comércio pode ser forçado a fechar as portas. “Comerciante, não adianta me ligar. Eu não estou preocupado com política”, afirmou.

“Cuida da sua família, p…”, finalizou Ferro. Veja o vídeo completo:

Conforme dados da SES (Secretaria de Estado de Saúde), Ivinhema soma 855 casos confirmados de novo coronavírus, além de 16 mortes.

Jornal Midiamax