Política

Na CPI, Simone Tebet ameaça denunciar Flávio Bolsonaro ao Conselho de Ética

Senadora sul-mato-grossense e filho do presidente discutiram durante reunião de hoje (14)

Jones Mário Publicado em 14/07/2021, às 15h15

Simone Tebet (MDB-MS) discute com Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) em reunião da CPI da Pandemia
Simone Tebet (MDB-MS) discute com Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) em reunião da CPI da Pandemia - Pedro França/Agência Senado

A senadora Simone Tebet (MDB-MS) ameaçou denunciar o também senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) ao Conselho de Ética após desentendimento entre os dois durante reunião da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Pandemia, hoje (14).

Simone argumentava sobre a ilegalidade da assinatura do contrato para compra de vacinas Covaxin pelo governo federal, feita antes da sanção da lei que possibilitaria o negócio. “A materialidade [da suposta ilegalidade] nós já temos. Estamos atrás dos personagens da autoria”, dizia.

Flávio, filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), então acusa a senadora sul-mato-grossense de estar mentindo. A discussão fica mais ríspida e os microfones são desligados.

O senador faz novos comentários inaudíveis, no que Simone pede por respeito. Quando os microfones são ligados novamente, a sul-mato-grossense pede a palavra e afirma que vai “invocar o Conselho de Ética” se Flávio Bolsonaro repetisse o que disse enquanto o áudio estava cortado.

A emedebista ainda desafia o senador a repetir. “No microfone ele não tem coragem de dizer”. O parlamentar do Patriota diz que Simone estaria tentando conduzir o depoimento de Emanuela Medrades, diretora da Precisa Medicamentos.

A Precisa é alvo da CPI pelo envolvimento nas negociações para compra da vacina Covaxin. Senadores suspeitam de irregularidades no contrato e trâmites para pagamento das doses, além de suposta prevaricação de Jair Bolsonaro, que teria sido avisado dos problemas e não feito nada.

A reunião da CPI é transmitida ao vivo. A discussão entre Simone e Flávio começa por volta da hora 3h58min do vídeo. Veja:

Jornal Midiamax