Política

“Sou a favor de fechar tudo”, diz vereador Tabosa sobre antecipação de feriados

“Espero que vidas sejam salvas. Eu sou a favor de fechar tudo”, declarou o vereador Tabosa, sobre a antecipação de feriados anunciada pela prefeitura de Campo Grande. Após reunião com secretariado na tarde de quinta-feira (18), o prefeito Marquinhos Trad (PSD) descartou implantar lockdown em Campo Grande. Em contrapartida, para frear o avanço da pandemia na […]

Danúbia Burema Publicado em 19/03/2021, às 09h39 - Atualizado às 09h44

Marcos Tabosa. (Foto: Richelieu Pereira)
Marcos Tabosa. (Foto: Richelieu Pereira) - Marcos Tabosa. (Foto: Richelieu Pereira)

“Espero que vidas sejam salvas. Eu sou a favor de fechar tudo”, declarou o vereador Tabosa, sobre a antecipação de feriados anunciada pela prefeitura de Campo Grande.

Após reunião com secretariado na tarde de quinta-feira (18), o prefeito Marquinhos Trad (PSD) descartou implantar lockdown em Campo Grande. Em contrapartida, para frear o avanço da pandemia na cidade, o prefeito determinou antecipação de feriados até setembro para a semana que vem.

“Ele esta fazendo um lockdown camuflado. Só mudou a forma de fazer”, comparou o vereador, que disse apoiar a iniciativa. Na avaliação dele, a medida deveria ter sido tomada há pelo menos 15 dias. “O pagar pra ver infelizmente é muito caro, não existe valor que traga uma vida de volta”, afirmou, sobre as vítimas da Covid-19.

Apesar de dizer que o fechamento está atrasado, Tabosa avalia que ‘nunca é tarde pra ele [Marquinhos] ter tomado essa decisão’. Na avaliação do vereador, a medida ajudará a salvar vidas.

Até setembro

De acordo com o prefeito, dos dias 22 a 26 de março, a partir da próxima segunda-feira até sexta-feira, serão antecipados feriados dos dias 2 e 21 de abril, 3 de junho, 26 de agosto e 7 de setembro.

Nestes dias, só poderão funcionar serviços essenciais durante 24 horas. Segundo o prefeito, o comércio que não se enquadra em serviço essencial não poderá abrir.

A intenção é que, diminuindo o horário de circulação das pessoas na cidade com a antecipação dos feriados, seja possível diminuir o contágio.

Jornal Midiamax