Política

Bolsonaro diz ter testado negativo para covid e deve retomar agenda presidencial

Teste foi uma recomendação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)

Agência Estado Publicado em 26/09/2021, às 14h25

Presidente Jair Bolsonaro anuncia retorno à agenda presencial após testar negativo para Covid-19, neste domingo (26)
Presidente Jair Bolsonaro anuncia retorno à agenda presencial após testar negativo para Covid-19, neste domingo (26) - Divulgação Presidência da República

O presidente da República, Jair Bolsonaro, diz ter testado negativo para covid-19 neste domingo, 26. As informações foram confirmadas em nota da Secretaria de Comunicação (Secom) do Planalto. Com isso, o mandatário deverá retomar as atividades presenciais a partir desta segunda-feira, 27. Segundo apurou o Estadão, o teste foi realizado na residência oficial de Bolsonaro, o Palácio da Alvorada, onde ele está cumprindo isolamento desde que voltou dos Estados Unidos

O teste de covid de Bolsonaro foi uma recomendação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e o método usado foi o RT-PCR, considerado o mais preciso para detectar a infecção pelo vírus. O teste consiste em uma espécie de "cotonete", chamado de swab, que é introduzido no nariz da pessoa. O resultado é quase instantâneo. A aplicação do teste foi necessária porque parte da comitiva de Bolsonaro aos EUA testou positivo para a doença nos últimos dias - caso do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e do filho do presidente, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP). Um diplomata que acompanhava o grupo também testou positivo para a doença.

O presidente esteve em Nova York para participar da Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU), onde fez o tradicional discurso de abertura, que cabe ao Brasil. Bolsonaro estava em isolamento no Palácio da Alvorada desde quarta-feira, 22, quando voltou ao país. Agora, com a confirmação de que não está infectado, o presidente voltará às atividades presenciais.

A agenda de Bolsonaro para a semana inclui uma cerimônia alusiva aos mil dias de governo, que se completam neste domingo, 26, e uma série de viagens pelo país para a inauguração de obras. A primeira região a ser visitada deve ser a Nordeste, seguida por Estados da região Norte. Na Bahia, por exemplo, Bolsonaro deve inaugurar obras em 10km de estradas.

Jornal Midiamax