Política

Prefeitura deve reajustar medidas, mas comércio continua aberto

Depois de uma reunião com membros do Comitê de Gerenciamento de Crise do Coronavírus e uma conversa online os promotores de Justiça de Dourados, a prefeita Délia Razuk deve fazer reajustes no decreto de flexibilização das medidas de prevenção na cidade. Entretanto, segundo o advogado e assessor de gabinete da prefeita Délia Razuk, o funcionamento […]

Marcos Morandi Publicado em 13/04/2020, às 11h52

Prefeita Délia, durante reunião com o Comitê. (Foto: A. Frota).
Prefeita Délia, durante reunião com o Comitê. (Foto: A. Frota). - Prefeita Délia, durante reunião com o Comitê. (Foto: A. Frota).

Depois de uma reunião com membros do Comitê de Gerenciamento de Crise do Coronavírus e uma conversa online os promotores de Justiça de Dourados, a prefeita Délia Razuk deve fazer reajustes no decreto de flexibilização das medidas de prevenção na cidade.

Entretanto, segundo o advogado e assessor de gabinete da prefeita Délia Razuk, o funcionamento do comércio continua mantido. “Novos decretos virão, mas o comércio continua aberto”, ressaltou Mantovani.

Segundo ele, durante a conversa com os três promotores, a prefeitura enfatizou que as fiscalizações serão intensificadas e que o município irá se adequar às orientações previstas nas recomendações do MPE-MS (Ministério Público Estadual).

Ele explicou que as aglomerações ocorridas em Dourados no último final de semana foram atípicas e que foram motivadas pela liberação de recursos do governo federal por conta da pandemia e também natureza específica das comemorações da Semana Santa. “O comércio aberto não é um convite para a frequência aleatória”, disse o assessor da prefeita.

Jornal Midiamax