Política

Na Câmara de Campo Grande, servidores dividirão turnos e ponto eletrônico é suspenso

A Câmara de Campo Grande vai dividir os servidores em turnos de quatro horas e, nos intervalos, fazer a higienização completa do prédio. O ponto eletrônico também está suspenso, para evitar compartilhamento de equipamentos. Sendo assim, a partir de agora os servidores voltam a assinar folhas de frequência, que devem ser de responsabilidade de cada […]

Evelin Cáceres Publicado em 16/03/2020, às 13h00 - Atualizado em 19/07/2020, às 20h14

Presidente da Câmara, vereador João Rocha (Izaías Medeiros, CMCG)
Presidente da Câmara, vereador João Rocha (Izaías Medeiros, CMCG) - Presidente da Câmara, vereador João Rocha (Izaías Medeiros, CMCG)

A Câmara de Campo Grande vai dividir os servidores em turnos de quatro horas e, nos intervalos, fazer a higienização completa do prédio. O ponto eletrônico também está suspenso, para evitar compartilhamento de equipamentos.

Sendo assim, a partir de agora os servidores voltam a assinar folhas de frequência, que devem ser de responsabilidade de cada gabinete. As normativas foram anunciadas nesta segunda-feira (16) pelo presidente da Casa, vereador João Rocha (PSDB), após reunião para determinar medidas de prevenção contra o novo coronavírus.

Um decreto com as medidas deve ser publicado. O ponto eletrônico também está suspendo e volta a valer o registro de ponto manual. Público externo só estará permitido com a autorização de gabinetes e as sessões, restritas aos vereadores e sem público. Nem a imprensa poderá acompanhar as sessões durante o período, que seguem transmitidas ao vivo pelas redes sociais.

“As medidas são tomadas para que a gente possa dar o exemplo e mostrar a gravidade da situação às pessoas, que precisam se prevenir. A Câmara terá dois períodos para diminuir a circulação de pessoas pela metade”, explicou o presidente João Rocha.

As audiências públicas, uso da tribuna, cedência do espaço para eventos, serão cancelados. Valdir Gomes (sem partido), que participou da reunião, explica que os vereadores estão se precavendo para evitar a propagação da doença.

Até mesmo entrega de Vitamina C chegou ao local nesta manhã para um dos gabinetes. “Sim, a gente está se precavendo, vendo o que a gente pode ajudar aqui e até alguns setores que a gente vê, porque a dificuldade é muito grande por aqui, é realmente algo que a gente não previa e agora estamos em um esforço para ver de que forma nós vamos poder ajudar num todo e a comunidade”, disse.

Jornal Midiamax