Política

Ao votar, Kemp diz sentir que vídeo de briga ‘não pesou’ na campanha em Campo Grande

O candidato a prefeitura Pedro Kemp (PT) votou neste domingo, às 10h, na EM Elpídio Reis, no bairro Mata do Jacinto, em Campo Grande. No ato, o candidato destacou a receptividade na periferia e comentou sobre vídeo divulgado em que aparece brigando com a candidata a vereadora Karla Cânepa (PT). “Eu não senti que pesou, […]

Fábio Oruê Publicado em 15/11/2020, às 11h16 - Atualizado às 11h26

Kemp votou na manhã deste domingo, em Campo Grande. (Foto: Dayene Paz, Jornal Midiamax).
Kemp votou na manhã deste domingo, em Campo Grande. (Foto: Dayene Paz, Jornal Midiamax). - Kemp votou na manhã deste domingo, em Campo Grande. (Foto: Dayene Paz, Jornal Midiamax).

O candidato a prefeitura Pedro Kemp (PT) votou neste domingo, às 10h, na EM Elpídio Reis, no bairro Mata do Jacinto, em Campo Grande. No ato, o candidato destacou a receptividade na periferia e comentou sobre vídeo divulgado em que aparece brigando com a candidata a vereadora Karla Cânepa (PT).

“Eu não senti que pesou, até porque fui acusado de uma coisa que não fiz. Acabei me exaltando no momento da discussão; para mim é um assunto encerrado”, disse ele, que garantiu que “essas brigas são normais dentro dos partidos políticos”.

Sobre a corrida eleitoral em Campo Grande, Kemp disse que foi muito bem recebido na periferia, onde centrou sua campanha. “Fizemos uma campanha muito bonita, militante, com voluntários e a receptividade da nossa mensagem foi muito grande nos bairros, que foi nossa prioridade, onde não tem infraestrutura, asfalto, iluminação pública, saneamento básico, creche. A gente quis levar a mensagem que a nossa administração vai dar prioridade para os bairros da periferia”, comentou.

O candidato também espera estar no segundo turno. “A gente percebe que tem um clima bom para a gente provocar o segundo turno, estou confiante de que nós vamos estar no segundo turno dessa eleição”, disse. Kemp aguardará o resultado em sua casa na presença da família e amigos.

Kemp também disse que a situação do candidato Sérgio Harfouche (Avante), que está sub judice, pode beneficiar o atual prefeito Marquinhos Trad (PSD).

“Se ele tiver uma votação expressiva e for anulado esses votos, beneficia o prefeito e dificulta o segundo turno. Como a decisão foi muito em cima da eleição, faltando dois ou três dias, muita gente não ficou sabendo a real situação, se ele continua candidato, se não é, se os votos vai ser anulados ou não. Espero que a população que ia votar nele, tenha feito outra opção para não anular voto”, explanou ele, que pensa que o número de abstenções por conta da pandemia do coronavírus neste ano deve aumentar.

Jornal Midiamax