Política

Justiça vê ofensa a Marquinhos Trad e barra propaganda de Esacheu

Candidato a prefeito de Campo Grande pelo Progressistas será multado caso insista em veicular os vídeos de propaganda eleitoral.

Jones Mário Publicado em 11/11/2020, às 19h22 - Atualizado em 12/11/2020, às 08h15

Esacheu Nascimento e Marquinhos Trad, candidatos a prefeito de Campo Grande (Fotos: Reprodução/Facebook)
Esacheu Nascimento e Marquinhos Trad, candidatos a prefeito de Campo Grande (Fotos: Reprodução/Facebook) - Esacheu Nascimento e Marquinhos Trad, candidatos a prefeito de Campo Grande (Fotos: Reprodução/Facebook)

A Justiça Eleitoral aceitou representação com pedido de direito de resposta do prefeito e candidato à reeleição Marquinhos Trad (PSD), contra propaganda eleitoral veiculada pelo adversário Esacheu Nascimento (PP).

A defesa de Marquinhos alegou ofensa ao candidato em vídeos veiculados ontem (10) pelas emissoras de televisão. Na propaganda, Nascimento critica o serviço de tapa-buracos da atual gestão e sugere que Trad seria corrupto, ao dizer que “se não roubar, dá pra fazer”.

Hoje (11), o juiz da 8ª Zona Eleitoral de Campo Grande, Paulo Afonso de Oliveira, acatou o pedido da defesa do atual prefeito. Além disso, impôs multa de R$ 5 mil caso o progressista insista em veicular a propaganda eleitoral.

Os advogados de Esacheu Nascimento têm dois dias para se manifestar nos autos do processo. Depois, o Ministério Público Eleitoral deve se posicionar.

Jornal Midiamax