Política

Justiça manda Iunes explicar como sabia de resultado antes da divulgação de pesquisa

A Justiça Eleitoral determinou que o prefeito de Corumbá, Marcelo Iunes (PSDB), candidato à reeleição, esclareça como obteve resultado de pesquisa eleitoral antes mesmo de ser divulgada. Conforme o processo, Iunes encomendou anúncio em uma rede de TV antes mesmo dos números serem divulgados pelo portal de notícias contratante da pesquisa. Em decisão liminar proferida […]

Carolina Rocha Publicado em 08/11/2020, às 10h56

Marcelo Iunes, do PSDB, prefeito reeleito de Corumbá (Foto: Divulgação)
Marcelo Iunes, do PSDB, prefeito reeleito de Corumbá (Foto: Divulgação) - Marcelo Iunes, do PSDB, prefeito reeleito de Corumbá (Foto: Divulgação)
A Justiça Eleitoral determinou que o prefeito de Corumbá, Marcelo Iunes (PSDB), candidato à reeleição, esclareça como obteve resultado de pesquisa eleitoral antes mesmo de ser divulgada. Conforme o processo, Iunes encomendou anúncio em uma rede de TV antes mesmo dos números serem divulgados pelo portal de notícias contratante da pesquisa.
Em decisão liminar proferida às 17h59 deste sábado (7), o juiz eleitoral da 50ª Zona Eleitoral, Marcelo da Silva Cassavara, determinou prazo de 24h para o tucano responder. Caso contrário, a sua coligação deverá pagar multa diária de R$ 5 mil.
“É o caso de impor a coligação ora representada o dever de esclarecer a forma de obtenção da pesquisa”, consta em trecho da decisão, que questiona o fato de que o material publicitário tenha sido entregue à TV às 4h08min, quando o resultado da pesquisa foi divulgado somente às 5h pelo portal de notícias que a contratou.
Jornal Midiamax