Política

Juiz revoga decisão e libera pesquisa que mostra Lenilso Carvalho na liderança em Maracaju

Pesquisa aponta candidato do PSD com 14 pontos percentuais de vantagem sobre o tucano Marcos Calderan em Maracaju.

Jones Mário Publicado em 14/11/2020, às 17h09 - Atualizado às 18h13

Vista aérea de Maracaju | Foto: Divulgação | Prefeitura
Vista aérea de Maracaju | Foto: Divulgação | Prefeitura - Vista aérea de Maracaju | Foto: Divulgação | Prefeitura

O juiz Marco Antônio Montagnana Morais, da 16ª Zona Eleitoral de Maracaju, revogou a própria decisão e liberou a divulgação de pesquisa eleitoral de intenção de votos para prefeitura.

Morais havia barrado o levantamento a pedido do candidato Marcos Calderan (PSDB). O tucano alegou falta de assinatura do certificado digital do estatístico responsável no questionário da pesquisa.

Porém, ofício do próprio cartório eleitoral informou a impossibilidade de armazenar a assinatura no sistema de registro de pesquisas. Assim, o magistrado liberou a divulgação hoje (14).

A pesquisa estimulada mostra Lenilso Carvalho (MDB) com 47,64% da preferência dos eleitores, ou seja, 14 pontos de vantagem perante o segundo colocado, Calderan, que tem 33,5%.

A lista é completa por Professor Jeamilton (Avante), com 6,95%; Thiago Caminha (Republicanos), com 3,72%; Amauri Mazzucatto (PSC) e Reginaldo Fotógrafo (DC), com 0,99% cada. Por outro lado, 6,2% estão indecisos ou não opinaram.

O levantamento é do London Pesquisas, tem 4,86% de margem de erro e 95% de nível de confiança. Os pesquisadores ouviram 403 pessoas entre os últimos dias 9 e 11.

O estudo está registrado no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número 03655/2020.

Jornal Midiamax