Política

Ex-superintendente da PF em MS deixa PF do Paraná após saída de Moro

O delegado Luciano Flores de Lima, ex-superintende da Polícia Federal de Mato Grosso do Sul, deve deixar a Superintendência da Polícia Federal do Paraná.

Dândara Genelhú Publicado em 14/05/2020, às 18h05 - Atualizado em 15/05/2020, às 06h41

(Foto: Marcos Ermínio/ Jornal Midiamax).
(Foto: Marcos Ermínio/ Jornal Midiamax). - (Foto: Marcos Ermínio/ Jornal Midiamax).

O delegado Luciano Flores de Lima, ex-superintende da Polícia Federal de Mato Grosso do Sul, deve deixar a Superintendência da Polícia Federal do Paraná. De acordo com informações do jornalista Lauro Jardim, Luciano pode se tornar adido no México.

Luciano deixou a Superintendência da PF-MS para substituir Maurício Valeixo, que foi nomeado diretor-geral da Polícia Federal pelo ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro. O delegado foi responsável das interrogações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no período de cumprimento do mandado de condução coercitiva, em março de 2016.

De acordo com o G1, durante supervisão de Luciano, a PF do Paraná realizou apreensão de 54% de todos os bens apreendidos em todo o Brasil em 2019. A Superintendência também é responsável por uma operação no Porto de Paranaguá, contra o tráfico de cigarros vindos do Paraguai.

Jornal Midiamax