Política

Dia de votação tem três primeiras horas prioritárias para idosos, mas qualquer eleitor pode votar

Devido à pandemia de Covid-19 (doença causada pelo novo coronavírus), o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) determinou uma série de medidas de biossegurança para as eleições municipais. O primeiro turno será neste domingo (15). Uma delas é a ampliação do horário de votação, que começa às 7h e termina às 17h. As três primeiras horas, das […]

Adriel Mattos Publicado em 10/11/2020, às 12h56 - Atualizado às 13h49

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom, Arquivo, Agência Brasil
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom, Arquivo, Agência Brasil - Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom, Arquivo, Agência Brasil

Devido à pandemia de Covid-19 (doença causada pelo novo coronavírus), o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) determinou uma série de medidas de biossegurança para as eleições municipais. O primeiro turno será neste domingo (15).

Uma delas é a ampliação do horário de votação, que começa às 7h e termina às 17h. As três primeiras horas, das 7h às 10h, terão prioridade para idosos e pessoas do grupo de risco.

Apesar disso, segundo o TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul), os demais eleitores serão atendidos. Mas convém ressaltar que o público prioritário será atendido antes dos outros, o que pode aumentar a espera.

Os idosos já têm prioridade mesmo antes da pandemia, então já votam antes dos demais em qualquer pleito.

Também é preciso lembrar que o eleitor deve observar as novas regras para votar, como o uso obrigatório de máscara de proteção e ter sua própria caneta para assinar a folha de presença.

Jornal Midiamax